Blog

Villa de Leyva e o Mar que Virou Sertão

  |   Colômbia, Destaque   |   No comment
Quando perguntamos sobre lugares para se conhecer na Colômbia, Cartagena é a resposta pronta da maioria das pessoas. É natural já que é um lugar hype, orientado para o turismo e está listado em 9 entre 10 guias turísticos.  E se eu te contar que achei uma pequena e desconhecida cidade que parece viver em outra época? Que tem preços convidativos, muita história e está fora dos roteiros convencionais? Bem-vindo a encantadora cidade de Villa de Leyva!

 Villa-de-Leyva-pozos-azules

Foram meus colegas locais que me deram a dica dessa raridade. Villa de Leyva é um destino bem conhecido entre os Colombianos e pouco divulgado entre os viajantes internacionais. É exatamente esse tipo de lugar que quero explorar!

Existem muitos fatos interressantes sobre essa cidade. Começando sobre sua origem, essa região ficava a 2000 metros abaixo do nível do mar, portanto no passado ela estava coberta pelo oceano.  A elevada quantidade de fósseis marinhos achados na cidade confirma esse fato. Não é difícil ouvir dos moradores locais, que não faz muito tempo, era muito comum pisar entre os amonites nas ruas de Villa de Leyva.

 Villa-de-Leyva-fossil

 Villa-de-Leyva-garden

Sua arquitetura colonial está muito bem preservada. É bem verdade que, Villa de Leyva não passou por muita transformação e progresso nos últimos 400 anos. As ruas ainda são pavimentadas com antigos paralelepípedos e a maioria das construções datam do século XVI. Motivo pelo qual transformaram Villa de Leyva em monumento nacional, fincando a cidade no mapa de atrações locais.

Eu cheguei até a cidade saindo de Bogotá. No total foram 4 horas de viagem na companhia de um casal de amigos e seu adorável bebê. Durante o trajeto ouvi a triste história de Pilar and her smalls boobs , após algumas paradas e trocas de fraldas, fomos a um restaurante na entrada da cidade.

Meus primeiros momentos em Villa de Leyva

 Villa-de-Leyva-airbnb

Com o estômago abastecido, é a hora de dizer adeus aos meus companheiros de viagem e fazer o checkin na casa que aluguei pelo Airbnb , poucas horas antes de colocar o pé na estrada. Villa de Leyva é uma cidade bem pequena e mesmo que queira não há possibilidade de se perder por suas ruas. Sem a preocupação de localizar meu novo endereço, tive tempo para começar a explorar as redondezas. No entanto, algo tinha que dar errado! Quando eu cheguei na nova casa, não tinha ninguém para me receber. Bati na porta, toquei a campainha por diversas vezes sem sucesso. Após esperar sentado na beira da calçada por quase 2 horas, observando o fim da tarde chegar e meus planos para o dia falharem, meu telefone toca!

“Olá, Ralph. Sinto muito. Eu deixei as chaves com uma senhora que vai te entregar daqui a poucos minutos”.

Onde está meu host?

Onde ficar em Villa de Leyva?

Minutos depois, chegou a senhora com as benditas chaves. Para minha felicidade e da minha carteira, eu achei essa casa a um bom preço no Airbnb . Por todo o tempo que estive lá, o lugar estava inteiramente disponível para mim e um adorável gato. Ela é bem decorada, com uma bela vista da cidade, limpa e a poucos minutos de distância do centro.

Com o anoitecer chegando só me restou explorar a cidade de noite, meus planos de conhecer os arredores ficou para o dia seguinte. De posse de minha câmera fotográfica e a chave me preparo para sair quando um bilhete deixado no rodapé me chama a atenção:

 Villa-de-Leyva-airbnb

Perigo!! Essa é uma área de escorpiões. Não ande descalço!

O que fazer em Villa de Leyva?

Villa de Leyva oferece uma série de opções interessantes para o turismo. Passeios para a famíla, monumentos históricos, parques naturais e até mesmo turismo de aventura estão no menu da cidade. Aqui compartilho alguns lugares que visitei e outros que estavam na minha lista e ficaram de fora, devido ao tempo limitado. Motivos para eu voltar não faltam!

 Villa-de-Leyva-streets

Parque La Periquera

Esta foi a minha primeira atividade do dia. Sugiro ir no início da manhã e adquirir o bilhete em uma das várias agências de turismo em torno de Villa de Leyva. Nesse parque encontrei a bela cachoeira que ilustra os folders turísticos espalhados pela cidade. Ele também é apontado como propício para o turismo de aventura, mas é recomendado para qualquer tipo de viajante. Meu plano inicial era fazer o canyoning mas a água gelada me fez optar pelo dossel.

 Villa-de-Leyva-waterfall

É uma boa opção para ir com a família, já que as “aventuras” não são extremas. Se você estiver procurando apenas a adrenalina, pode se tornar um pouco entedioso. Mas a caminhada na floresta é uma experiência agradável. Você poderia perguntar, e a cachoeira? Bem … Estação seca … é complicado.

 Villa-de-Leyva-adventure

Casa e Museu Antonio Nariño

De volta a cidade, após o almoço eu me deparo com esse lugar. Não estava no meu roteiro, mas a entrada é gratutita e foi um tempo bem gasto passeando pelos jardins e de quebra conhecer um pouco mais sobre o processo de independência das colônias espanholas na América Latina. Vestimentas, pinturas, armas e mobília. Toda a coleção desse museu data do século XVII (exceto a casa que foi restaurada) e pertenceu ao filho mais ilustre de Villa de Leyva.

 Villa-de-Leyva-museum

Nariño foi responsável pela tradução da Declaração dos Direitos do homem e do cidadão do Francês para o Espanhol e lá você pode ver uma cópia gigante emoldurando uma das salas do museu.

 Villa-de-Leyva-museum

Pozos Azules

Um lugar incrível e incomum. São 5 poços coloridos em tons de azul/verde. Alguns afirmam ser o último rastro do vasto oceano que no passado cobriu a região. Devido a grande quantidade de minerais pesados não existe vida que possa se desenvolver e nadar nesse lugar é proibido.

 Villa-de-Leyva-pozos-azules

Eu achei difícl acreditar nessa estória, mas o lugar é sem dúvida de tirar o fôlego.  Os poços coloridos contrastam com o deserto e torna esse lugar único. Um ótimo lugar para relaxar e apreciar a vista. Esta é uma área privada e você paga cerca de US $ 2 para entrar.

 Villa-de-Leyva-pozos-azules

Não há nenhuma infra-estrutura aqui. Traga seu lanche e líquidos se planejar visitar essa área. Quando eu estava de saída, rumo a outra atividade, eu me deparei com uma senhora usando os arbustos como banheiro. Como eu disse nenhuma infra-estrutura, lembra?

Museu El Fosil

Sou um amante de dinossauros desde criança, então esse lugar definitivamente estava na minha lista. Aqui é apenas uma isca para visitar outro lugar: o Centro de Pesquisas Paleontológicas de Villa de Leyva. O que torna o El Fosil distinto de outros museus é que aqui você pode encontrar um exemplo perfeito de ossos de dinossauro. Eles encontraram um dos fósseis mais completos e conservados do mundo e literalmente construíram um museu ao redor. Então o que você vai ver lá é exatamente o que foi descoberto in loco. Muito diferente de outros museus que abrigam peças e achados provenientes de vários lugares do mundo.

 Villa-de-Leyva-dinossaur

Claro que há outras coisas para se ver aqui, como menonitas de todos os tamanhos e vários outros fósseis das Eras Mesozoica e Cretaceo.

 Villa-de-Leyva-fossil

Andar de bike em Villa de Leyva

Há vários lugares que você pedalar a uma distância moderada do centro da cidade. A maioria deles faz parte de um circuito. Então você sai da cidade, atravessa todo o caminho do deserto (sim, deserto), observa a maioria dos lugares que pode e quando terminar, você estará de volta à cidade.

A princípio é um passeio agradável, mas parte do trajeto (4km) consiste em subidas íngremes. Adicione o calor e o tempo seco e você tem a combinação perfeita para se esgotar, principalmente se não está  acostumado com esportes ou atividades físicas.  Se você não tem um cronograma ou horário fixo para voltar para casa (não meu caso), uma bicicleta para ir para a cidade é uma excelente opção!

 Villa-de-Leyva-bike

Mais informações

O que você achou de Villa de Leyva? Deixe seu comentário aqui!

No Comments

Post A Comment