Blog

O Vale d’Aosta e a Rota dos Castelos Italianos

  |   Europa, Itália   |   No comment
Finalmente a grande atração do Vale d’Aosta! Castelos por toda parte de uma forma que é impossível cruzar a região sem que se note. Praticamente cada topo de colina possui uma fortificação e a vontade de conhecer todos eles parece incontrolável.

Lembrando que os castelos encontrados no Vale d’Aosta foram habitados por condes, duques e afins. Os senhores feudais da época. Não são palácios e sim verdadeiras fortalezas construídas ao longo dos séculos para evitar saques e invasões. Se você busca vivenciar a história na, veja aqui os melhores castelos na nossa opinião.

Medieval mesmo!

Antes de viajar para o Vale d’Aosta…

Castelo di Verres

Você precisa saber que os preços dos ingressos no Vale d’Aosta giram entre os €4 e os horários de funcionamento variam de acordo com o castelo (geralmente fecham às 17). Passeios pelos páteos e áreas externas é livre enquanto que as áreas internas são sempre visitadas com um guia, sendo proibido fotografar. Os castelos foram passados como herança durante anos e hoje uma associação que busca preservar a história do vale detém a posse da maior parte deles.

Castelo Sarriod de La Tour

foto da Wikimedia

É um pequeno castelo localizado na comuna de Saint Pierre. Iniciou sua construção no século XV e hoje além das paredes carregadas de história, também abriga  o Museu de Ciência Natural com varias relíquias do Vale d’Aosta. Há também uma pequena capela com rústicos adornos que foram cobertos nas várias reformas que o local sofreu. O destaque vai para a última sala que mistura o mágico e o bizarro. Imagine um teto apoiados em várias estacas na horizontal. Nas pontas de cada uma destas, estão esculpidas diversas figuras. Animais, deuses, duendes, figuras folclóricas e mitológicas todas com significados próprios.

Entrada do Sarriod de la Tour

Castelo Reale di Sarre

A Casa Real

Das suas épocas de castelo só restou a torre central. A residência que pertenceu a realeza italiana pode não parecer interessante aos que passam pelo seu entorno mas surpreende todos os que a conhecem por dentro. Adquirida pelo todo poderoso  Victor Emanuel II, o castelo real servia de morada sempre que o primeiro rei da Itália saia em suas expedições de caça pelo Vale d’Aosta.  Com quartos luxuosos e salões exuberantes, todos desenhados e decorados por renomados nomes do país, o destaque vai para sala de “troféus” que ostentam centenas (ou até milhares) de crânios de íbex e camurças ornamentando teto e paredes. Surpreendente pela criatividade e choca pela crueldade.

foto por Claudio VL

Castelo Reale di Fenis

Pictube by Wikimedia

Foi um dos castelos que mais gostamos! Possui duas camadas de muralhas construídas de forma pentagonal combinando com várias torres todas em harmonia. Fato interessante se pensarmos que todas as construções são feitas em diferentes períodos. Sua parte interna também é imensa, com dezenas de salas, quartos e até um calabouço. De todos os castelos que visitamos no Vale d’Aosta, este foi o que mais nos propiciou uma imersão na idade média e apresenta o comum “ideal’ de castelo. Visita obrigatória!

 Castelo Savoia

A história dos Savoia se confunde com a do Vale d’Aosta. Por anos eles foram os senhores da região e menções a eles são encontradas por todos os cantos. O Castelo Savoia se difere muito dos outros de Aosta. Sua localização é um pouco mais afastada, bem próximo da divisa com a Suíça. É uma das construções mais jovens, finalizado no século XIX. Portanto está muito mais para um castelo de conto de fadas do que de um filme medieval. Infelizmente não conseguimos visitar o seu interio, mas as fotos da fachada já dão um ótimo cartão postal.

Fort di Bard

Não é um castelo mas nem por isso deixa de ser importante. É parada obrigatória para todos os que visitam o Vale d’Aosta e possui tantas atrações como museus, galerias e exposições que tornam os seus 800 anos de história ainda mais vivos.

Espero que estes lugares tenham despertado em você a vontade de conhecer mais sobre o Vale d’Aosta. Lembre-se que existe uma infinidade de castelos e outras construções abertas ao público.

Mais Informações

Visite o LoveVdA.it

Você sabia que existiam tantos castelos na Itália? Comente o que você achou sobre o Vale d’Aosta abaixo!

CLOSE